HAMILTON DE HOLANDA

Blog


Hamilton de Holanda ganha Latin Grammy com Samba de Chico

 

Na última quinta, 17, aconteceu a 17ª premiação do Grammy Latino, em Las Vegas. Nas categorias mistas, Hamilton de Holanda se destacou e levou o gramofone por Música Instrumental pelo seu 30º disco, Samba de Chico. Lançado no primeiro semestre do ano, o trabalho é uma homenagem ao centenário do samba e ao compositor Chico Buarque.

Hamilton de Holanda, com seu bandolim de 10 cordas, é elegantemente acompanhando por Thiago da Serrinha na percussão e pelos contrabaixistas (revezando) Guto Wirtti e André Vasconcellos. O bandolinista conta ainda com as participações internacionais do pianista italiano Stefano Bollani nas faixas ‘Vai trabalhar vagabundo’ e ‘Piano na Mangueira’, e da cantora catalã Silvia Perez Cruz que canta ‘O meu amor’ e ‘Atrás da porta’ – ela confessa que aprendeu a cantar ouvindo o nosso idioma. O trabalho ganha o aval do homenageado em duas faixas, ‘A volta do malandro’ e ‘Vai trabalhar vagabundo’, música que não cantava há mais de 20 anos. “E o bandolim, rodeado de amigos, mostra suas raízes e seus frutos.”, finaliza Hamilton de Holanda.

O bandolinista foi diversas vezes nominado ao prêmio, sendo premiado também na edição de 2015, na categoria Melhor Canção Brasileira com “Bossa Negra”, parceria com Diogo Nogueira e Marcos Portinari.

Nove de seus discos configuram nas listas de indicações do prêmio: ‘Brasilianos’ (entre os melhores discos instrumentais no Latin Grammy 2007), ‘Brasilianos 2’ (entre os melhores discos de Jazz de 2008), ‘Luz da Aurora’, parceria com Yamandú Costa (indicado ao Melhor Disco Instrumental de 2010), ‘Brasilianos 3’ (nominado nas categorias Melhor Disco Instrumental e Melhor Engenharia de Som de 2012), ‘Hamilton de Holanda Trio’ (indicado entre os melhores discos de música Instrumental na edição de 2013), ‘Caprichos’ (nominado ao Grammy de 2014 como Melhor Disco Instrumental), ‘Bossa Negra’ (nominado Melhor Disco de Samba/Pagode de 2015 e nominado e premiado Melhor Canção Brasileira de 2015), ‘Baile do Almeidinha’ (nominado ao Latin Grammy 2015 como Melhor Engenharia de Som) e mais recentemente ‘Samba de Chico’ (nominado ao Latin Grammy 2016 como Melhor Disco de Música Instrumental e Melhor Engenharia de Som).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>