CLIQUE NA CAPA DO DISCO PARA TOCAR

ESCUTE O DISCO

Mundo de Pixinguinha

 

HAMILTON DE HOLANDA

Mídias / Discos & Partituras


Brasilianos 3 - Hamilton de Holanda Quinteto

Novembro.2011 | Discos

298x298

camera icon Depoimento

 

    NOME DA FAIXA ÁUDIO PARTITURAS
NOME DA FAIXA ÁUDIO PARTITURAS
Saudades de Brasilia [+ INFO]

Hamilton de Holanda

GRÁTIS
Saudades do Rio [+ INFO]

Hamilton de Holanda

GRÁTIS GRÁTIS
Guerra e Paz I - part. Milton Nascimento [+ INFO]

Hamilton de Holanda Homenagem aos painéis "Guerra e Paz" de Candido Portinari.

GRÁTIS
Primeiras Ideias [+ INFO]

Hamilton de Holanda & Daniel Santiago “No princípio era o ermo”, anunciaram Vinícius de Moraes e Tom Jobim na Sinfonia da Alvorada. Há muito tempo que se fala em mudança da capital para o interior do país. Imaginei a primeira missão a desbravar a solidão do Planalto Central, em 1892. Todas as ideias musicais abordam esse início misterioso e repetitivo. A coloração leva ao clima seco e ensolarado, desértico. Vazio. Uma referência à liberdade e ao desenvolvimento na improvisação de bandolim e quinteto.

GRÁTIS
A Marcha dos Candangos [+ INFO]

Hamilton de Holanda & Daniel Santiago É a construção propriamente dita. Milhares de famílias trocaram suas terras de origem atrás do novo, da aventura, da obra monumental. Encontraram muito trabalho, companheirismo, patriotismo. Viram e fizeram o milagre acontecer. Em momentos sentimos o caminhar e o galope. O ritmo intenso do trabalho. No final, fica clara a vontade e a força dos novos bandeirantes. Todos caminhando na mesma direção.

GRÁTIS
Prece ao Santo Céu [+ INFO]

Hamilton de Holanda & Daniel Santiago Esse movimento foi inspirado na primeira missa rezada em Brasília. Na verdade, a inspiração veio do poder místico e da força ecumênica da cidade do céu. É um pedido de paz e prosperidade à capital e ao Brasil. Dom Bosco assobia seu sonho sobre a terra prometida.

GRÁTIS
JK Proibido [+ INFO]

Hamilton de Holanda & Daniel Santiago Dedicado à Juscelino Kubitschek. Fiquei impressionado e comovido com o episódio em que ele vai à Brasília clandestinamente e chora diante de seu próprio busto na praça dos três poderes depois de ter sido proibido pelo regime militar de entrar na capital. Como JK gostava muito de música, serestas e afins, o choro foi a linguagem mais adequada para a ocasião. Tem momentos que sugerem que o ex-presidente não volte à Brasília. Primeiro temos tempo de choro-canção, que também poderia ser um samba-canção ou mesmo uma bossa-nova. Depois vem o choro mais rápido, tipo chorinho. Os solos em blocos com bandolim e gaita, como os blocos da Asa Sul e da Asa Norte. Há uma referência a Bernardo Sayão, o homem que morreu em pé. Depois da queda de uma árvore em seu corpo, o bravo candango virou herói.

GRÁTIS
Caos e Harmonia [+ INFO]

Hamilton de Holanda & Daniel Santiago Será que o presente da cidade e do país é aquele futuro idealizado pelos candangos? Às vezes parece que sim, outras não. Brasília cresceu muito e se tornou uma cidade ao mesmo tempo cosmopolita e provinciana. Ela deve ser bem cuidada, seja pelas pessoas comuns, políticos, artistas. Pelos brasileiros em geral. O compasso em 5 tempos é uma referência aos 50 anos de idade e também aos 50 anos em 5, da época da construção. Há uma interação total entre o quinteto. Momentos de simplicidade, momentos de confusão. Melodia quase caipira, melodia moderna. Lirismo e frases rápidas. Realidade e esperança.

GRÁTIS
Guerra e Paz II [+ INFO]

Hamilton de Holanda *Hamilton toca violão tenor Lineu Bravo

GRÁTIS
Tá achando que tá devagar [+ INFO]

*Bonus track - música que foi gravada mas não foi lançada neste disco. Aqui está sem mixagem.

GRÁTIS

Brasilianos 3 - Hamilton de Holanda Quinteto

Vencedor do Prêmio da Música 2012 - Melhor Solista

Nominado Grammy Latino 2012 - Melhor CD Instrumental

 

Hamilton de Holanda Quinteto – Brasilianos 3

O Compositor e bandolinista lança novo disco com seu aclamado quinteto.

Com Hamilton de Holanda (bandolim 10 cordas e violão tenor), André Vasconcellos (baixo acústico), Gabriel Grossi (harmonica), Marcio Bahia (bateria), Daniel Santiago (violão). Produção executiva de Marcos Portinari.

 

“Esse disco poderia se chamar ‘Choro Novo’. Ou talvez ‘Poesia do som’; até mesmo ‘Cinematográfico’. 'Choro Jazz'.

As músicas contam histórias e estórias que não precisam de palavras pra serem ditas e vividas. Quando as composições são feitas, por vezes o cenário dá o motivo. Em outras ocasiões, melodias, rítmos e harmonias se encontram pelo simples motivo de se transfomarem em uma nova música. Como amigos que se encontram.

Música também é imagem, tem cheiro, é lembrança. Saudade. Alegria, tristeza. Amor. Ela pode ser improvisada, pode ser séria, se for fanfarrônica também vale, afinal de contas o bom humor faz bem à saúde. Outra coisa que também faz bem é tocar com os amigos, como isso é bom.

Os títulos dão uma ideia da inspiração. Ao mesmo tempo, se fecho os olhos e esqueço do que se trata, uma nova imagem é projetada. Quem escuta, cria sua própria história com as nuances de dinâmica, de timbres, de rítmos, como a própria vida é.

E as referências, ah, elas sempre estão à nossa volta. Choro, samba, jazz, música clássica. Tom Jobim, H. Villa-Lobos, Pixinguinha. Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti. Carlos Drummond de Andrade. Oscar Niemeyer, Lúcio Costa. Candido Portinari. Milton Nascimento, que deu o ar de sua graça de maneira mágica e definitiva em Guerra e Paz I.

A música pode ser sofisticada e acessível ao mesmo tempo. Pra isso, ela precisa guardar em sua essência a simplicidade. Ela precisa ser simples como um abraço.”

 
 

Hamilton de Holanda

 
 
_________________________________________________________________

 

 
1- Saudades de Brasilia            06:37
2- Saudades do Rio                  06:18
3- Guerra e Paz I                      05:04  *
4- Primeiras Ideias                    07:16
5 -A Marcha dos Candangos    10:43
6- Prece ao Santo Céu             05:14
7- JK Proibido                           05:52
8- Caos e Harmonia                  06:45
9 - Guerra e Paz II                    03:55
 
* Participação especial : Milton Nascimento 
 
Todas composições de Hamilton de Holanda exceto faixas de 4 à 8  co-autoria Daniel Santiago
 
Produção Executiva 
Marcos Portinari 
 
 
Hamilton de Holanda Quinteto 

Hamilton de Holanda : Bandolim 10 cordas 
André Vasconcellos: Contrabaixo
Gabriel Grossi: Harmonica
Marcio Bahia: Bateria
Daniel Santiago: Violão
 
moderno é tradição 
 
___________________________________________
 
FICHA TÉCNICA 
 
 
Produtores: Marcos Portinari & Hamilton de Holanda
Assistente de Produção: Fellipe Cabral
Design de som : Daniel Musy 
Gravado e Mixado: Madre Música set/out 2011
Assistentes de Estudio: Bentes e Tércio 
Master: Andre Dias/Post Modern Mastering out 2011
Design de Arte: Fernando Salles/Interface 55
Fotos: Marcos Portinari 
 

 

 

 

 

 

Hamilton usa bandolim Tércio Ribeiro e cordas Elixir.

 

 

 

		"Moderno é Tradição"