CLIQUE NA CAPA DO DISCO PARA TOCAR

ESCUTE O DISCO

Mundo de Pixinguinha

 

HAMILTON DE HOLANDA

Mídias / Discos & Partituras


Sinfonia Monumental

Novembro.2010 | Discos

298x298
298x298
298x298
298x298
298x298
298x298
298x298

Mais Imagens »

 

    NOME DA FAIXA ÁUDIO PARTITURAS
NOME DA FAIXA ÁUDIO PARTITURAS
Primeiras ideias - I Movimento [+ INFO]

primeiras ideias “No princípio era o ermo”, anunciaram Vinícius de Moraes e Tom Jobim na Sinfonia da Alvorada. Há muito tempo que se fala em mudança da capital para o interior do país. Imaginei a primeira missão a desbravar a solidão do Planalto Central, em 1892. Os tímpanos, junto aos contrabaixos, anunciam a chegada ao vazio. Todas as ideias musicais abordam esse início misterioso e repetitivo. Orquestra e quinteto interagem de maneira discreta. Nesse movimento, apesar de aparecerem trechos em que a orquestra sola, o quinteto é o solista. A coloração da orquestra leva ao clima seco e ensolarado, desértico. Vazio. Aparece uma referência à liberdade e ao desenvolvimento na improvisação de bandolim e quinteto.

COMPRAR GRÁTIS
A marcha dos candangos - II Movimento [+ INFO]

a marcha dos candangos É a construção propriamente dita. Milhares de famílias trocaram suas terras de origem atrás do novo, da aventura, da obra monumental. Encontraram muito trabalho, companheirismo, patriotismo. Viram e fizeram o milagre acontecer. A interação entre orquestra e quinteto já é bem mais aparente. Em momentos sentimos o caminhar e o galope. O ritmo intenso do trabalho aparece quando a bateria conduz a orquestra e o quinteto. Gaita e violino fazendo juntos a melodia. Como se fosse combinado, no dia da gravação um pássaro participou e deixou registrado seu canto. No final, fica clara a vontade e a força dos novos bandeirantes. Todos caminhando na mesma direção.

COMPRAR GRÁTIS
Prece ao santo céu - III Movimento [+ INFO]

prece ao santo céu Esse movimento foi inspirado na primeira missa rezada em Brasília. Na verdade, a inspiração veio do poder místico e da força ecumênica da cidade do céu. É um pedido de paz e prosperidade à capital e ao Brasil. A orquestra de cordas aparece como porta-voz desse pedido. Bandolim entra chorando com a gaita. Bateria e baixo ditam o rítmo da procissão para o canto das cordas e dos sopros. Dom Bosco assobia seu sonho sobre a terra prometida.

COMPRAR GRÁTIS
JK proibido - IV Movimento [+ INFO]

JK proibido Dedicado à Juscelino Kubitschek. Fiquei impressionado e comovido com o episódio em que ele vai à Brasília clandestinamente e chora diante de seu próprio busto na praça dos três poderes depois de ter sido proibido pelo regime militar de entrar na capital. Como JK gostava muito de música, serestas e afins, o choro foi a linguagem mais adequada para a ocasião. Os metais anunciam e sugerem que o ex-presidente não volte à Brasília. Primeiro temos tempo de choro-canção, que também poderia ser um samba-canção ou mesmo uma bossa-nova. Depois do novo anúncio dos metais, vem o choro mais rápido, tipo chorinho. Os sopros aparecem solando em blocos com bandolim e gaita, como os blocos da Asa Sul e da Asa Norte. Na última intervenção dos metais, há uma referência a Bernardo Sayão, o homem que morreu em pé. Depois da queda de uma árvore em seu corpo, o bravo candango virou herói.

COMPRAR GRÁTIS
Caos e harmonia - V Movimento [+ INFO]

caos e harmonia Será que o presente da cidade e do país é aquele futuro idealizado pelos candangos? Às vezes parece que sim, outras não. Brasília cresceu muito e se tornou uma cidade ao mesmo tempo cosmopolita e provinciana. Ela deve ser bem cuidada, seja pelas pessoas comuns, políticos, artistas. Pelos brasileiros em geral. O compasso em 5 tempos é uma referência aos 50 anos de idade e também aos 50 anos em 5, da época da construção. Há uma interação total entre orquestra e quinteto. Momentos de simplicidade, momentos de confusão. Melodia quase caipira, melodia moderna. Lirismo e frases rápidas. Realidade e esperança.

COMPRAR GRÁTIS

Sinfonia Monumental

Indicado para o Prêmio da Música Brasileira 2011 - Melhor Grupo Instrumental

 

Projeto realizado com o apoio do FAC - Fundo de apoio à cultura do Distrito Federal.

sinfoniamonumental.com

Música composta por Hamilton de Holanda e Daniel Santiago, escrita por Hamilton de Holanda

 

 

Hamilton de Holanda Quinteto
bandolim 10 cordas
10-string mandolin
Hamilton de Holanda

gaita cromática
harmonica
Gabriel Grossi

violão
acoustic guitar
Rafael dos Anjos

contrabaixo
upright bass
André Vasconcellos

bateria
drums
Marcio Bahia

o “sexto Brasiliano”
the “sixth Brasiliano”
Marcos Portinari
 

 

Orquestra Brasilianos
regente conductor
Maestro Gil Jardim

primeiro violino first violin
Carolina Frederico (Spalla)
Thiago Cavalcanti
Káthia Pinheiro
Daniel Cunha
Regiane Cruzeiro
Simone Mesquita
Liliana Gaioso
Cindy Folly

segundo violino second violin
Antonio Bayma Jr
Esther Chung
Camilo Pereira
Raphael Egidio
Diogo Brito
Victor Obando
Valéria Passos

viola
Billy Geier
Daniel Marques
Jairo Diniz
Marie De Novion
Mário Romanini
Antonio Fabio Pereira

violoncelo cello
Gidesmi Alves
Norma Parrot
Norma Lilian
Lúcia Valeska
Sandra Vargas

contrabaixo upright bass
Wilton Mesquita Jr
Daniel Abreu
Juliano Leite

flauta flute
Ariadne Paixão

flauta e flautim flute and piccolo
Luciana Morato

oboé oboe
Vaclac Vinecky (Vasco)

clarineta clarinet
Felix Jesus Alonso

clarineta baixo bass clarinet
Alexandre Areal

fagote bassoon
Flávio Figueiredo

trompa french horn
Stanislav Schulz
Joarez Rodrigues

trompete trumpet
Gedeão Lopes Oliveira
Enrique Sanchez

trombone
Marcos Wander
Paulo Roberto da Silva

trombone baixo bass trombone
Wilson Tuboiti

tímpano, sinos timpani, tubular bells
Carlos Tort


*Hamilton usa bandolim Tércio Ribeiro e cordas Elixir.